Última casa de madeira em avenida de Balneário Camboriú começa a ser desmontada, mas será guardada

  • 13/04/2024
(Foto: Reprodução)
Construção estava na Avenida Atlântica, onde fica o prédio mais alto do país, há mais de 60 anos. Última casa de madeira em avenida de Balneário Camboriú começa a ser demolida A última casa de madeira da movimentada Avenida Atlântica, conhecida pelos prédios altos e luxuosos em Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, começou a ser desmontada após mais de 60 anos compondo a paisagem à beira-mar. Segundo a construtora responsável, a residência será guardada após a retirada completa, prevista para a próxima semana. Na sexta-feira (12), o telhado já havia sido removido. Um prédio de 14 pavimentos, ainda em fase de projeto, será construído no local. ✅Clique e siga o canal do g1 SC no WhatsApp A decisão de desmontá-la partiu da própria empresa, sem qualquer solicitação por parte da família, informou a construtora ao g1. A companhia ainda estuda o que fazer com a estrutura. A casinha branca de esquadrias e janelas vermelhas foi vendida em 2022 para a construtora de Itajaí, vizinha de Balneário Camboriú, após anos recebendo propostas de empresas. Casa de madeira começou a ser desmontada em Balneário Camboriú Gabriel Gallarza/ Observatório de Interações no Ambiente/ Divulgação O alvará de demolição já havia sido expedido pela prefeitura em 2023, mas a casa número 4100 teve direito a uma última temporada de verão em frente ao mar. A residência foi coberta por tapumes nesta semana. Leia também: Última casa de madeira em avenida de Balneário Camboriú 'foi muito bem aproveitada' Balneário Camboriú: avaliada em milhões, última casa de madeira de praia será demolida CONHEÇA: SC tem prédio 'transparente', com piscina na sacada e o mais alto do Brasil Última casa de madeira da Avenida Atlântica, em Balneário Camboriú, começou a ser demolida NSC TV A casa Construída em 1956, a casa foi comprada por uma família de Itajaí na década de 1970, que pediu para não ter o nome divulgado. Eles passavam os verões na praia Central de Balneário Camboriú, local que passou por uma megaobra de alargamento da faixa de areia em 2021. À repórter da NSC Dagmara Spautz, o já falecido patriarca falou, em 2012, sobre sua pequena joia à beira-mar. Ele lembrou saudoso de quando a Avenida Atlântica não passava de uma estreita e esburacada estrada de terra, e os terrenos eram povoados de lagartos. Com um cenário bastante diferente, hoje a avenida abriga inclusive o prédio mais alto do país, com 290 metros, segundo Council on Tall Buildings and Urban Habitat (CTBUH) (veja mais abaixo). Casa de madeira em meio aos prédios se destacava em Balneário Camboriú Gabriel Gallarza/ Observatório de Interações no Ambiente/ Divulgação O que explica Especialista em mercado imobiliário, o corretor Bruno Cassola explica que, com os imóveis de alto padrão em alta, há uma transformação arquitetônica ocorrendo na cidade. "As construtoras têm interesse em adquirir matérias-primas, que são os terrenos", comenta. "Uma casa de madeira com um portãozinho mais simples vai dar lugar a um grande empreendimento, que vai gerar um tributo para a cidade, que vai gerar uma obra de benfeitoria no entorno: pode ser um asfalto, um calçadão, uma praça", comenta. Esses novos empreendimentos, segundo ele, tendem a vir com valores elevados. "Um lançamento hoje na Avenida Atlântica varia de 50 a 100 mil reais o metro quadrado privativo", detalha. O município hoje tem o metro quadrado mais caro do país, conforme o índice FipeZap, com construções que chamam a atenção no cenário nacional, como os dois prédios mais altos do Brasil. Um deles é conhecido pelo investimento de Neymar, que comprou ainda na planta uma cobertura avaliada em R$ 60 milhões. Ainda na Avenida Atlântica, uma kitnet de 18 m² está à venda por R$ 1,6 milhão. Ao g1, o criador de conteúdo especializado em Construção Civil Jeferson Cherobin explicou que, como há muitas empresas interessadas em comprar empreendimentos antigos para dar lugar a novos projetos, o valor das propriedades tende a aumentar na região. ✅Clique e siga o canal do g1 SC no WhatsApp VÍDEOS: mais assistidos do g1 SC nos últimos 7 dias

FONTE: https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2024/04/13/ultima-casa-de-madeira-em-avenida-de-balneario-camboriu-comeca-a-ser-desmontada-mas-sera-guardada.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Anunciantes